Objetivo deste post é simplesmente apresentar um pouco do porque a linguagem Go surgiu e apresentar um pouco de sua sintaxe e demostrar algumas áreas onde Go é mais aplicado. Para todos que gostariam de aumentar ainda mais seu arsenal para desenvolvimento web este post irá ajuda-lo a esclarecer alguns pontos importantes quando estamos iniciando e aprendendo uma nova linguagem de programação.

Iniciando em Go❤️

Antes de iniciarmos, é importante salientar que linguagens de programação são ferramentas e como toda boa ferramenta temos que saber quais momentos usa-las. Existem cenários e problemas que só são resolvidos com linguagens específicas e existe outros universos de problemas que temos centenas ou milhares de linguagens que resolvem de alguma forma o mesmo problema. Então como um bom profissional quanto mais ferramentas souber para resolver problemas melhor será para sua carreira profissional🤩.

A linguagem Go em seu universo de possibilidades é uma linguagem de uso comum não gosto muito deste termo fica parecendo que ela é tipo uma bala de prata e resolve todos os problemas mas que na verdade não, Go nasceu por um propósito e resolve problemas do universo web e aproveitar a nova tecnologia de multicores em servidores, bem este era o propósito inicial 😂.

História do projeto Go

“Robert Griesemer, Rob Pike e Ken Thompson começaram a esboçar as metas para uma nova linguagem no quadro branco em 21 de setembro de 2007. Em poucos dias, as metas se estabeleceram em um plano para fazer algo e uma ideia justa do que seria. O design continuou a tempo parcial em paralelo com o trabalho não relacionado. Em janeiro de 2008, Ken começou a trabalhar em um compilador para explorar ideias; ele gerou código C como sua saída. Em meados do ano, a linguagem se tornou um projeto em tempo integral e se estabeleceu o suficiente para tentar um compilador de produção. Em maio de 2008, Ian Taylor começou de forma independente em um front-end GCC para Go usando as especificações preliminares. Russ Cox entrou no final de 2008 e ajudou a mover a linguagem e as bibliotecas do protótipo para a realidade.”

Go tornou-se um projeto de código aberto público em 10 de novembro de 2009 🥳. Inúmeras pessoas da comunidade contribuíram com ideias, discussões e códigos.

“Existem agora milhões de programadores Go Gophers” em todo o mundo, e há mais a cada dia. O sucesso de Go excedeu em muito as expectativas.”

Por que criaram uma nova linguagem

“Go nasceu da frustração com os idiomas e ambientes existentes para o trabalho que estávamos fazendo no Google. A programação havia se tornado muito difícil e a escolha das línguas era parcialmente culpada. Era preciso escolher entre compilação eficiente, execução eficiente ou facilidade de programação; todos os três não estavam disponíveis no mesmo idioma principal. Os programadores que poderiam escolher facilidade em vez de segurança e eficiência, mudando para linguagens tipadas dinamicamente, como Python e JavaScript, em vez de C++ ou, em menor grau, Java.”

“Go tratou dessas questões tentando combinar a facilidade de programação de uma linguagem interpretada e dinâmica com a eficiência e segurança de uma linguagem compilada estaticamente. Também pretendia ser moderno, com suporte para computação em rede e multicore. Finalmente, trabalhar com Go pretende ser rápido : deve demorar no máximo alguns segundos para construir um grande executável em um único computador.”

Nasce uma nova linguagem Go, para atender as novas necessidades e resolver problemas aproveitando o máximo possível do poder computacional. E é claro criando o seu mascote para a os milhares de gophers que viram a surgir a partir deste momento.

Site Oficial

Para iniciarmos em Go❤️ vamos dar alguns passos para trás, vamos começar toda nossa trajetória conhecendo o site oficial da lang esta é a página oficial golang.org, aqui encontraremos todas informações que poderíamos saber sobre Go e muito mais. Aqui temos os docs, packages, blog e nosso queridinho play.golang.org, specs da lingugem, download, tour em Go e muito mais.

O site oficial aparentemente parece pequeno mas ele é muito completo e grande. Então temos praticamente tudo que precisamos saber de Go para iniciarmos nosso aprendizado nesta linguagem que é um fenômeno.

Onde Inicio no Site

Vou criar uma linha de raciocínio para que possamos entender Go de forma mais prática possível.

Antes de instalar Go, ou rodar Go pelo play, vamos da uma passada em algumas partes do doc para que possamos entender um pouco da história do Go e por que nasceu uma nova linguagem neste universo de milhares de linguagens de programação.

site oficial Go

Effective Go

Este link é o primeiro que todos deveriam ler antes de tudo.
Effective Go❤️ neste site está todo material que precisa para ter uma boa noção da linguagem Go: Estrutura de controle, funções, Programação concorrente usando Goroutines, métodos, Maps e muito mais.

Effective Go

Um tour de Go

Este link seria o segundo mais importante na minha hierarquia para aprendermos Go.
Tour Go❤️ neste site você irá conseguir testar e da uma passada em algumas das funcionalidades da linguagem Go 😱 isto mesmo tudo pelo browser sem precisar instalar nadinha na máquina.

Tour

Playground Go

Aqui é muito lindo, você não precisa instalar nadinha na máquina para executar algo rapidamente em Go, basta entrar no play.golang.org

Play Go❤️ neste site você irá conseguir executar Go 😱 isto mesmo não precisamos instalar nada por enquanto, da para executar tudo pelo browser e ir conhecendo a sintaxe da linguagem e aprendendo.

playground Go

Perguntas mais Frequentes

Este link seria o nosso terceiro passo, acredito que agora tem diversas dúvidas, geradas pelo Effective Go e pelo Tour que fez.
Faq❤️ é aqui que irá tirar algumas horas para esta leitura não precisa ser tudo de uma vez é claro, mas é necessário que leia. Esta página é essencial para organizar suas ideias e entender realmente um pouco mais sobre Go🥰.

Esta é uma das maiores páginas e requer mais leitura, mas esta página é essencial para o melhor entendimento sobre a linguagem Go, o tempo que irá gastar lendo esta página com certeza irá te economizar horas de trabalho.

Faq

Pacotes nativos Go

Este link seria para que possa da uma passada e entender como são organizados e como é a documentação das funções, libs, pkgs que possamoms utilizar na linguagem Go. Este é um dos pontos fortes da linguagem, ela é muito completa para o desenvolvimento web para servidores.
Pkg❤️ escolhi aqui o pkg string para que possa da uma conferida como é a formatação da documentação da linguagem e já com exemplos podendo ser executados pelo browser tudo para facilitar o aprendizado e entendimento🥰.

exemplo string função join

Editores e IDE

Este link é sobre as IDEs e Editores que poderá utilizar quando tiver Godando. A linguagem Go não precisa de muito para que possamos editar nossos códigos, mas temos alguns plugins interessantes para facilitar ainda mais nosso dia a dia
Editores e IDE❤️ Neste link não irá ter o Sublime e o nvim que são dois editores que uso por aqui no dia a dia, o sublime pela pesquisa do survey somente 7,7% utilizam sublime e vim 14% o nvim é um plugin que irá usar no vim. O queridinho e adotado pelo equipe Go é o VsCode com 41% de adesão.

Pontos Fortes da linguagem Go

Antes de fazermos nosso famigerado “Hello World” vamos mostrar alguns pontos fortes da Linguagem, vamos fazer uma prévia dos pilares e características da linguagem Go.

3 Pilares

Temos alguns pilares bem definidos em Go, isto irá ajuda-lo a clarear ainda mais seu horizonte quanto o assunto é Go.

  • Simplicidade
  • Legibilidade
  • Produtividade

Isto torno-se ao longo dos anos algo tão padrão para quem está desenvolvendo no universo Go que soa como poesia para os ouvidos. Sabemos que go é uma tentativa de juntar dois mundos distintos, o mundo das linguagens compiladas com as linguagens interpretadas, em 2007 nasceu a ideia e com objetivo de criar uma nova linguagem de programação.

Características principais

Em Go temos algumas características marcantes da linguagem que torna ela ainda mais poderosa para desenvolvimento de aplicações web para servidores.

  • Somente 25 keywords
  • Curva de aprendizado baixa
  • Compilada estaticamente
  • Multiplataformas agora com suporte a RISC-V
  • Paradigma Concorrente
  • Tipagem Estática
  • Retrocompatibilidade

Todos estes pontos torna a linguagem ainda mais interessante, a equipe de engenheiros que desenvolveu a linguagem fizeram um excelente trabalho ou melhor veem fazendo, Go é simplesmente fantástico alguns não gostam do seu designer mas é compreensível mais de 20 anos desenvolvendo em paradigmas OO e Funcional como se não houvesse vida em outro planeta é compreensível 😂.

Instalando Go

Este é o momento que todos esperávamos, colocar a mão na massa e instalar local, no site oficial não tem como errar, não tem nada mais simples que instalar o Go em sua máquina para que possa programar em Go. Aproveitando e deixando claro que: Não precisamos instalar Go no servidor, isto mesmo que leu, em seu servidor seja ele qual for, On-premises, um Ec2 da Aws ou um pod no k8s seja ele no Gke, ou k8s da DigitalOcean, ou seja em ECS ou EKS, seja um serverless ou em algum servidor de hospedagem de sua preferência, o que irá precisar é do binário seja em uma imagem docker por exemplo ou não. Isto é um dos pontos fortes do Go, não precisamos levar tralhas para o servidor este é um dos grande benefícios de utilizar Go em aplicações web em servidores e foi por isto que Go ficou conhecido como a linguagem dos Containers😍.

Sabendo de tudo isto vamos a instalação de Go e vamos ver o tão quanto ela é complexa 😜😜, brincadeirinha… 😂

Install Go neste link terá o passo a passo de como instalar em diversos Sistemas Operacionais mas vou deixar aqui a instalação no Linux.

Instalação no Linux

Se você tiver uma versão anterior do Go instalada, certifique-se de removê-la antes de instalar outra.

  1. $ sudo rm -rf /usr/local/go
  2. Baixe o arquivo clicando aqui go1.15.6 e extraia-o em /usr/local
  3. $ sudo tar -C /usr/local -xzf go1.15.6.linux-amd64.tar.gz
  4. Adicione /usr/local/go/bin à PATHvariável de ambiente.
  5. $ export PATH=$PATH:/usr/local/go/bin
  6. Para deixar o que fizemos acima global, ou seja toda vez que for entrar em seu terminal “go” seja executado você pode fazer isso adicionando a seguinte linha que mostrei acima ao seu $HOME/.profile ou /etc/profile (para uma instalação em todo o sistema) ou em seu bash ou o que estiver usando em seu ambiente Linux.
  7. Nota: As alterações feitas em um arquivo de perfil podem não se aplicar até a próxima vez que você efetuar login em seu computador. Para aplicar as alterações imediatamente, basta executar os comandos do shell diretamente ou executá-los a partir do perfil usando um comando como source $HOME/.profile.
  8. Verifique se você instalou o Go abrindo um prompt de comando e digitando o seguinte comando:
go version

Se tudo correr bem você irá visualizar: “go version go1.15.6 linux/amd64”
lindo, simplesmente lindo pode falar, muito simples.

Hello World

Agora sim chegou a hora de nossos primeiros “hello world” utilizando Go.

Não tem segredo, podemos utilizar de qualquer editor que vimos acima e irmos para cima. Em Go não precisamos compilar quando estamos godando podemos simplesmente executar nossos programas sem precisar transforma-los em binários ou seja compilar.

go run main.go

Abaixo está nosso primeiro hello world, e basta salvar o arquivo com a extensão .go e coloque o nome de “_main.go_” depois basta executar ele com o comando “go run main.go”, em nosso exemplo chamei o arquivo de “main.go”

nosso hello world, main.go
nosso hello world, usando lib ”fmt”

Este nosso hello world é a menor estrutura que podemos montar para da saída no terminal.

Para ficar um pouquinha mais claro quando usarmos a função println temos que saber que que ela é uma função embutida (no tempo de execução) que pode eventualmente ser removida, enquanto o fmt pacote está na biblioteca padrão, que irá persistir.

go build

Agora vamos transformar em binário vamos compilar e para isto vamos utilizar o “go build” ou “GOARCH=386 GOOS=linux go build -o myprogram main.go” estamos agora informando a arquitetura e sistema operacional que desejamos compilar nosso programa Go.

Este comando irá fazer o build ele irá gerar um “executável” um binário para ser executado em seu sistema operacional. Muito fácil não é ?😍 Eu diria muito lindo. Com este binário você irá conseguir executa-lo em sua máquina ou em qualquer servidor que tenha a mesma arquitetura e sistema operacional que tenha feito para sua compilação.

É importante frisar sempre este detalhe: “Não instalamos nada de Go em nossos servidores Web” é exatamente o que leu, não precisa instalar nadinha, só precisa do binário. ❤️ Foi devido a isto que Go ficou conhecido por ser a Linguagem dos Containers. Diz que isto não é fantástico ? 😍 Para que rode uma aplicação Web em seu servidor basta enviar o binário para ele. Uau, isto mesmo somente do binário sem precisar de levar mais nada referente ao seu projeto nadinha.

Go e Docker

Já que estamos falando do docker e dizendo que só precisamos do binário para executar nosso projeto em Go vamos apresentar como seria nossa imagem usando docker para que possamos agora utilizar Go em servidores como GKE do Google, EKS da AWS, ou k8s da DigitalOcean ou simplesmente usar com docker.

Dockerfile

Olha que lindo😁 pouco menos de 10 linhas. Temos uma imagem Go para que possamos compilar nosso projeto e em seguida fazemos algo parecido com Scratch porém estamos usando o distroless que é uma base enxuta bem pequena e que contém nosso binário. Desculpa mas diz que isto não é fantástico ou simplesmente lindão❤️ ?

O conceito distroless é simples ele parte do pressuposto em focarmos na nossa aplicação e menos na distribuição Linux.

Agora vamos fazer um pequeno exemplo de uma API rEST só para exemplificar nosso Dockerfile e mostrar na prática como é tão simples subirmos uma imagem docker do nosso projeto.

Api simple Go

Agora basta fazermos build de nosso projeto com o seguinte comando:

$ docker build — no-cache -f Dockerfile -t jeffotoni/apisimplego:latest .

isto irá gerar uma imagem localmente em sua máquina e agora é só executa-la para testarmos.

$ docker run — rm — name apisimplego -p 8080:8080 jeffotoni/apisimplego

Prontinho agora é só disparar para nosso endpoint /api/v1/ping que criamos

$ curl -i localhost:8080/api/v1/ping

Diz que não é lindo 😍

Conclusão

Este post é um simples resumo para você que gostaria de aumentar seu arsenal para programação web. Espero que tenham gostado.

O canal que ocorreu a live: https://youtube.com/user/jeffotoni

O link do PDF da apresentação pode ser encontrado em: speakerdeck.com/jeffotoni

Apaixonado pela família, poliglota em linguagem de programação, empreendedor, palestrante, professor, amante da vida e sempre codando bit a bit.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store